domingo, 31 de maio de 2009

Ilha de Djerba

Olá meus caros!

O mês de Maio caminha de forma galopante para o seu fim o que significa que o quarto mês de estágio está igualmente a findar. Confesso que começo a ficar algo ansioso mas nada de alarmismos, "...everything will be alright..." !

Os 'contacteantes' decidiram dar uns passeios este mês e, depois de uma ida ao deserto, aceitamos a sugestão de um amigo ex-contacto, pegamos na trouxa, metemo-nos no avião e lá fomos alegremente para Djerba.

Djerba é a maior ilha do norte de África e fica no Golfo de Gabés ao largo da costa tunisina. É possível ir até Djerba de carro apanhando o ferry chegando a Gabés (acho eu, corrijam-me se estiver errado) mas leva qualquer coisa como 8-10 horas a conduzir, no thanks! Uma horita de avião soa muito melhor não é?!

A comitiva C13 apesar de apeada de um elemento foi, como já referi, reforçada por um C10, a nossa amiga Amina e a Indira que é a mais recente aquisição para a armada lusa. Ela participa na primeira edição do programa Inov Mundus que se destina especificamente à área do desenvolvimento.

A nossa sina relativamente aos fins-de-semana continua: havemos de apanhar mau tempo num dos dias. No deserto choveu, chuva?! deserto?! Não combina! Ora no Sábado em Djerba o tempo esteve mauzito, não deu para fazer praia em condições por isso fomos andar duas horas de moto4. Altamente! Desde power slides em estradas de areia, choques a alta velocidade em lagos salgados, saltar dunas e passear à beira mar, o passeio teve de tudo. Duas horas a alta velocidade e muita adrenalina. O domingo foi muito bom. Tivemos imenso sol e calor, deu para uns bons banhos de mar e umas horas a descansar na beira da piscina...e pensei eu em voz alta: "Fod#%&?! Agora quem gozou comigo a dizer que eu vinha de férias para a Tunísia pode falar e roer-se toda também porque isto sim é vida!" Foi a risada geral seguida de tradução para a Amina :P




Companhia de pequeno almoço :P


Não perguntem o que se estava aqui a passar...



Com um ar muito cool, tou não tou? :P


O Matos estava a testar os meus abdominais de aço :)

10 comentários:

Jan disse...

Desculpa mas não resisto: o que se estava aí a passar? :o

MM disse...

Coisas de fotógrafos tunisinos...
como tu costumas dizer: poses 'a fotografo da aldeia :P

Ana Teresa Valente de Almeida disse...

Isso parece uma salada de frutas :)

Camila disse...

Isso é que é diversão!
Eu já estou em contagem decrescente para voltar ai! Que vontadinha!!!
Aproveita!

Cláudia Nóbrega disse...

..."aterrei" no teu blog e achei interessante o facto de um tuga estar a trabalhar na Tunísia.

Já aí estive na Tunísia de férias e gostei bastante...

Que feedback fazes da tua "estadia" por aí?

Acho que estou a lançar um desafio para um novo post... :)

Vou ficar atenta ao blog.

MM disse...

Olá Cláudia!
Ainda bem que vieste ao meu blog e que deixaste um comentário. Quer dizer que há gente a ler os meus desvarios para além de alguns amigos fiéis :P

Realmente deste-me um desafio para um futuro post, mas provavelmente só o farei lá para 20 de Julho quando voltar a Portugal. Mas até agora posso dizer que o balanço tem sido positivo e com algumas experiências fantásticas.

E tu por onde andaste aqui pela Tunísia?

Hasta*

Cláudia Nóbrega disse...

Eu fiz o circuito "Porta do Deserto" e, como tal, passei em várias locais tais como Tunis, Cartago, Sidi Bou Said, Port Kantaoui, El Djem, Sfax, Gabes, Ilha de Djerba, Tataouine, Chenini, Matmata, Douz, Tozeur, Nefta, Gafsa, Sbeitla e Kairouan.

Gostei imenso, embora tenha a noção de que um circuito turístico só mostra aquilo que convém que os turistas vejam porque, segundo consta, a realidade das pessoas que vivem na Tunísia é bem diferente dos luxos que os turistas têm.

Penso que nesse aspecto terás mais a dizer que eu... :)

MM disse...

Olá!
Estou a ver que foste aos locais emblemáticos aqui do sitio :P
É verdade que só te mostraram as boas vistas mas penso que tb terás tido alguns vislumbres da realidade de algumas pessoas aqui.
Eu já passei por muitos sítios onde a realidade não é tão aprazível como Sidi Bou Said, onde eu vivo. Mas para veres este tipo de realidade tens de andar sem guias nem programas definidos.
Eu não posso dizer que tenha uma visão assim tão diferente porque o “meio onde me movo” por assim dizer, condiz com as áreas mais desenvolvidas do país. Enquanto expatriado podemos ter um estilo de vida que a maioria dos tunisinos não se pode dar ao luxo de ter e nós temos perfeita noção disso.
Quando me for embora acho que ainda vou escrever algumas coisas sobre como é viver aqui mas posso desde já dizer que tem superado algumas das minhas expectativas e pessimismo inicial.

Gisa disse...

Que foto é essa????? Sim essa...

MM disse...

Gisa vais ter de ser mais específica :P